Gato Abandonado 'chora' Em Hospital E Amigas Fazem Ensaio Para Incentivar Adoção Em Teresina

17 Feb 2018 03:27
Tags

Back to list of posts

Proprietários abandonam animais alegando que não podem pagar pelo tratamento. is?npsrHjCapWaEJg2yAiuoUKIn4UXW9Pr6YHndJAIEYY4&height=219 Diretor alerta que a prática é crime e podes render multa ou prisão. As lágrimas do gato Rajado comoveram internautas depois que teve tua foto compartilhada "chorando" no Hospital Veterinário Universitário (HVU), achado no campus senador Petrônio Portela da Escola Federal do Piauí (UFPI) em Teresina.O local enfrenta um dificuldade que, além de crime, é um feito de desinteresse e descaso aos animais. Muitos cães e gatos, como Rajado, ficam abandonados, sem lar, após se recuperarem porque os donos não voltam para buscá-los. Além de Rajado, a história de Mimi, uma gatinha que nasceu cega dos dois olhos, teve um capítulo jururu no momento em que passou meses dentro de um gradeado à espera de alguém que lhe desse um lar.Isto mudou no momento em que a jornalista Raquel Lopes e a amiga Thalita Duarte visitaram o Hospital Veterinário e se comoveram com a ansiedade dos animais. Elas deste modo resolveram fazer um ensaio com os bichos para tentar encontrar um lar pra eles. Depois de uma discussão, Raquel e Thalita optaram inserir amigas numa corrente do bem pra achar novos lares pros animais abandonados no HVU. is?_uxuW4Wflz66iI9MiB3gDDTcYhYXX0dFsT4KKm0aUH0&height=226 Elas foram ao ambiente retirar imagens no intuito de dizer a beleza em cada assistir e despertar o interesse de possíveis novos donos. Ao longo do ensaio, uma imagem chamou a atenção de Raquel: o gatinho Rajado, assim como abandonado, aparece com lágrimas nos olhos. Uma representação da aflição vivida todos os dias por animais que perderam o conforto e a independência, deixados por quem devia fornecer cuidado e carinho.De acordo com Marcelo Campos, diretor em exercício do hospital, os cães são os animais mais rejeitados e o pretexto mais alegado pelos tutores é o gasto do tratamento, apesar de que a administração esteja aberta a negociar. A charada do abandono é séria, é crime previsto por lei e no código civil, principalmente no momento em que há um abandono em repartição pública, que é mais agravante.Isso pode talvez resultar em multas e prisão e a população tem que estar informada", citou. Quando é feito o internamento do animal os detalhes do proprietário são coletados e mesmo que o telefones ou endereço sejam dados erroneamente, o Cadastro de Pessoa Física (CPF) do dono fica inscrito. Após a alta, o proprietário tem um tempo para procurar teu animal e saldar a dívida.O diretor explicou inclusive até quando o crime de abandono de animal está calculado em Lei e CPF do devedor vai para a dívida ativa da União. Caso o resgate e o pagamento não aconteça no tempo, encaminhamos o caso pra Fazenda e fazemos um boletim de situação na Polícia Civil. O nome da pessoa é encaminhado para a dívida ativa da Combinação, onde a pessoa fica impossibilitada de diversos proveitos como concursos, empréstimos durante o tempo que não quitar a dívida.Estamos estudando a probabilidade de tratar desses casos com a Polícia Federal, visto que essa é uma associação federal. Abandono de animal é crime", pontuou. Através do momento que o animal é abandonado pelo proprietário, ele é encaminhado para a castração e fica disponível pra adoção. Marcelo explicou que não há muita burocracia e, caso haja como doar algum valor pra proteger nas despesas do hospital, a colaboração é bem-vinda. Não há necessidade, por hora, de nenhuma documentação. É só vir conversar com a direção e ter o interesse de resgatar o animal. Se puder ceder uma certa ajuda em ligação à dívida também é interessante", encerrou. Bem que muitos animais ainda precisem de um lar, muitas histórias prontamente têm um encerramento feliz. Depois da campanha, a gatinha Mimi obteve uma nova família. Otilina Duailib, técnica em enfermagem que adotou Mimi.Pode ser escolhendo um dia da semana para gerar biscoitos natalinos até o dia da ceia regressar. Esses biscoitos em tão alto grau são capazes de ser servidos no lanche do dia quanto serem embrulhados pra presentear pessoas queridas", ensina Rosemeire Laviano, pedagoga e idealizadora de um curso intitulado "Criando uma nova atmosfera natalina pra seus filhos". Durante o tempo que os biscoitos estão no forno, que tal confeccionar estrelas de diversos tipos, um calendário que marca quantos dias faltam para o Natal, publicar cartões pros familiares?Tião Rocha acredita no poder da transformação de instrumentos descartáveis em produtos de Natal. Para ele, a título de exemplo, nenhuma garota necessita ganhar brinquedos pela data, no fim de contas cada uma é capaz de fazer o seu próprio e se divertir no decorrer do processo. Entre os adultos, por que não oferecer o camarada oculto sustentável?E em cada família as criancinhas participam das confecções dos presentes", sugere. Pro Natal ter um significado real para as crianças, tudo o que o envolve não necessita ter valor - mas sim valor. Marque no calendário os domingos que antecedem a data. Faça uma programação simbólica para cada dia - construir o presépio, revelar histórias, aprontar presentes em moradia. Cuidado com os perigos da moradia Perceber que o animal está gotejando urina - e se ela sai com sangue Remover o limbo dos vasos de barro Tem dificuldade de saltar e passa a despencar bem maisMonte toda a decoração com enfeites criados com tudo o que não é mais utilizado em residência. Faça o mesmo com a troca de presentes. Sugira novos modos de presentear. Nas oficinas de confecção de enfeites e presentes, conte histórias e ensine canções de Natal. Prepare a ceia (ou boa fração dela) em casa.Evite encomendar comida pronta e coloque as garotas pra proteger. Não exagere na quantidade de pratos e incentive a doação do que sobrar. O bacalhau neste momento virou associação das festas de encerramento de ano. Herança da colonização portuguesa é possibilidade às carnes mais secas servidas no Natal e Réveillon. Mas, atenção, esse prato também possui seus segredos.

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License